QUANDO /

30 E 31 DE AGOSTO, 2019 

DAS 10:00-17:00 

ONDE /

UNIBES CULTURAL

R. OSCAR FREIRE, 2500 - SUMARÉ - SP

SOBRE O EVENTO /

​​Realizado pelo Sindicato Nacional de Artistas Plásticos e produzido pela Cia Arte Cultura a terceira edição do CONAV acontecerá nos dias 30 e 31 de agosto na Unibes Cultural.

O CONAV - Congresso Nacional de Artes Visuais abordará, por dois dias, o processo criativo, a formação do artista, gestão de negócios e outros assuntos sobre as artes visuais. 

Todos os participantes receberão certificados.

 

REALIZADORES /

CIA ARTE CULTURA

SINAP-ESP/AIAP

A Cia Arte Cultura atua no mercado de arte há 14 anos: produzindo exposições de arte, salões nacionais e internacionais, cursos, palestras e oficinas para público adulto e infantil.

 

Sediada em São Paulo, atua nos seguintes segmentos de trabalho: hotéis,, edifícios empresariais,

shoppings centers e galerias de arte.

A Cia Arte Cultura realizou curadoria e produção das exposições nacionais de arte do Edifício Villa-Lobos Cultural, Blue Tree Hotels, Pobre Juan(Vila Olímpia e Higienópolis) , Jam Warehouse, Spa Med Sorocaba, exposições temporárias do WTC, Shopping Tatuapé, Golden Square Shopping em SBC, ALESP e internacionais em New York, Miami, Lisboa e Londres

“O Sindicato Nacional dos Artistas Plásticos de São Paulo tem origem em 1937 e, como associação de classe, visa contribuir para a profissionalização da atividade artística. Sua criação relaciona-se diretamente ao contexto político dos anos 1930, que no plano social estabelece nova legislação trabalhista, beneficiando uma série de categorias profissionais. ” (Trecho inicial do histórico do SINAP elaborado pelo Itaú Cultural parte da Enciclopédia Itaú Cultural)

Constituído sem fins lucrativos, defende e representa a categoria profissional dos artistas plásticos, artistas visuais e fotógrafos. O SINAP-ESP agrega o Comitê Nacional Brasileiro da AIAP - ONG em parceria oficial com a UNESCO.

A AIAP

Criada em 1954, a AIAP - Associação Internacional de Artes Plásticas mantém sua sede na UNESCO em Paris.

 

Através de seus 92 Comitês Nacionais distribuídos entre 74 países, A AIAP é assessora de artes visuais da UNESCO; e através da organização de encontros regionais e estudos levanta a situação dos artistas em diferentes regiões culturais do mundo. É uma rede que reúne organizações que representam os artistas visuais profissionais, reúne mais de 100 organizações em todo o mundo, coopera e coordena suas atividades com a UNESCO e outras organizações no domínio das artes e da cultura.

 

Entre os principais objetivos da AIAP estão: o intercâmbio entre artistas e organizações que atuem nos domínios da arte e da cultura, o debate e desenvolvimento artístico e a promoção do fluxo de informações relativas às condições de trabalho, sistemas de segurança, direitos de autor e de livre circulação de obras de arte. A AIAP propõe debates sobre temas relacionados com as artes, como a legislação tributária, o financiamento, a diversidade cultural e educação artística. Possui estreito contato com outras organizações culturais europeias, como o Fórum Europeu de Artes e Património (FEAP) e do Conselho Europeu de Artistas (ECA).

 

PALESTRANTES /

Norberto Stori

Palestra: Arte Brasileira: Antecedentes, Brasil Colônia, Brasil Império e Brasil República

Formação: Curso de Licenciatura em Desenho e Plástica – Faculdade de Artes Plásticas e Comunicações da FAAP/SP. Livre Docente em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista/UNESP/SP. Mestre e Doutor pela Universidade P. Mackenzie/Instituto de Artes da UNESP. Prof. Titular do Programa de Pós-Graduação em Educação, Arte e História da Cultura e do Centro de Educação, Filosofia e Terologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie/SP. Professor Adjunto do Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista/SP. 

 

Alguns cursos ministrados: IBRIT-Instituto Brasil Itália /Milão. “Técnica do SPIT-BITE – água-tinta: Lavis”-Centro Culturale Per Lo Studio Dell’Arte Grafica iI Bizonte/Florença/Itália. “Aquarela”-Museu de Arte Moderna/MAM/São Paulo. Orientações e Bancas de TGI/TCC. Orientações de Mestrado e Doutorado. Bancas de Qualificação e Defesa de Mestrado e Doutorado. Bancas de Livre Docência. Cursos de Lato Sensu e Orientações de Monografias. Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Artes da Universidade Presbiteriana Mackenzie 1987/89.

 

Membro de Banca Examinadora de Concursos Públicos. Consultoria, Conselho Consultivo, Pareceres e Relatórios. Membro de Conselho, Comissões Administrativas e Científicas. Comissão de Seleção, Avaliação e Premiação. Curadoria, Coordenação e Organização de Exposições. Participações em Congressos, Seminários, Debates, Palestras, Mesas Redondas, Fórum, Encontros, Comunicação, Simpósios, Mediador, Colaborador, Coordenador, Workshop nacionais e internacionais. Livro: Stori, Norberto (org.) “O Despertar da Sensibilidade na Educação”. Artigos e textos publicados em livros, periódicos, Anais e outros meios especializados. Prêmios em Salões de Artes. Participação em diversas exposições nacionais e internacionais.

Baixo  Ribeiro

Galeria Choque Cultural

Palestra: a definir

Oscar D'Ambrosio

Palestra: Salões: O significado do aleatório - Como Participar de Salões de Arte

O objetivo desta conversa é trocar ideias sobre como se dá o processo seletivo em salões e outros tipos de concursos em que obras de arte precisam ser comparadas para fins seletivos.

Graduação em Jornalismo pela ECA-USP (1986), graduação em Letras (Português/Inglês) pela Faculdade de Letras e Educação da Universidade Presbiteriana Mackenzie (1986), especialização em Literatura Dramática pela ECA-USP (1989), mestrado em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Unesp (2004) e p´s-doutorando (2019) e doutorado (2013) no Programa de Educação Arte e História da Cultura da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Autor de diversos livros na área de arte naif e arte contemporânea. Tem experiência na área de Comunicação, curadoria e autor de textos para catálogos e apresentações de diversos artistas plásticos contemporâneos. Foi diretor de redação da Revista Unesp Ciência de maio de 2016 a maio de 2018 e responsável pelo programa diário de rádio Perfil Literário, que entrevistou 3 mil escritores e artistas plásticos, para a  Rádio Unesp FM de janeiro de 2009 a maio de 2018. É Gerente de Comunicação e Marketing da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Atua principalmente nos seguintes temas: arte naif e arte contemporânea. Responsável pela página www.oscardambrosio.com.br

Alexandre Palma

Palestra: Salões: Palestra: Arte Contemporânea e Ética

Objetivo: refletir sobre dilemas éticos na arte contemporânea a partir de diálogos artísticos construídos por Banksy, Mike Bidlo, Robert Longo e Vik Muniz

Alexandre Palma, carioca, é graduado em Artes Plásticas na Escola de Belas Artes da UFRJ onde estudou com Paulo Venâncio Filho, Adir Botelho, Ricardo Newton, Emílio Gonçalves e Lourdes Barreto. Cursou na Escola de Artes Visuais do Parque Lage Ideia de Pintura com Suzi Coralli e Modelo Vivo com Gianguido Bonfanti. Atuou como Ilustrador no Jornal Bafafá (2003-2007), Revista Atuação Universitária (1999) e Boletim do Grupo Ação Ecológica (1992-1993). Realizou Cenografia para o show de Décio Rocha no Teatro Odisséia em 2011. Participou de cursos livres com Luiz Trimano, Charles Watson, Walter Firmo, Ricardo Sardenberg, Jorge Monclar, Paulo Sergio Duarte, Luiz Camilo Osório, Fabio Ema, Jean Boghici, Auterives Maciel Júnior, Arthur Dapieve e Gerd Borheim. Concluiu MBA em Cinema-Documentário na Fundação Getúlio Vargas em 2013 e realizou o curta-metragem sobre Patápio Silva (2011). Atualmente conclui longa metragem sobre o músico Geraldo Pereira e é Professor de Artes Visuais da Universidade Federal do Rio de Janeiro a partir de 2007 com Tese de Doutorado sobre Arte Contemporânea e Ética. A convite da Escola de Belas Artes lecionou Desenho Artístico e Criação da Forma ao lado da Professora e Ilustradora Graça Lima. Atualmente realiza Pós-Graduação Lato Sensu em Arte e Filosofia na PUC-Rio. É Diretor-Presidente da Chave Mestra, Associação do Artistas Visuais de Santa Teresa, biênio 2018/2020, entidade promotora do evento Arte de Portas Abertas em Santa Teresa e coordena o Polo Arte na Escola da Escolinha de Arte do Brasil. Exposições individuais: Arte de Portas Abertas, Atelier no Hostel Orient, 2016, 2017. Um Traço de Pincel: a Linha do Tempo – Sala Djanira, 2011. Gente que Rala – Espaço cultural da SARE, 2006. Aquarelas – Universidade Salgado de Oliveira, 2003. Vai Passar – SESC Nova Friburgo, 1999. Exposições coletivas: Arte de Portas Abertas em Santa Teresa, Centro Cultural Parque das Ruínas, 2018. Salve São Jorge, 6.ª edição - Sergio Gonçalves Galeria, 2014. Imagéticas no Design - Centro de Arte Maria Teresa Vieira/Tiradentes Cultural, 2014. Com Moema Branquinho e André Dahmer. A Poesia Mágica dos Pincéis – Espaço Cultural Conselheiro Paschoal Cittadino / Tribunal de Contas do Estado (TCE/RJ). Com Carlos Eduardo Meiga Rodrigues. Em 2013 foi contemplado com o 1.º lugar geral no Edital de Apoio a Pesquisadores do edital conjunto Biblioteca Nacional e Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial com o projeto “Antonio Rafael Pinto Bandeira (1863 – 1896): cento e cinquenta anos de pintura” (bolsa concedida pelo Ministério da Cultura entre 2014 e 2015).

Palestra: Empreendedorismo na Arte

Para sair do atelier e aparecer no mercado, existem tarefas nada fáceis, estranhas ao âmbito do atelier, porém necessárias para o artista que entende sua carreira como um empreendimento.

Paco de Assis

Francisco de Assis dos Santos – Paco de Assis - 19 / 05 / 1962

Formação Acadêmica – Administração de Empresas – pós graduado pela FAAP em 1990.

 

Experiência Profissional

Como escultor Paco de Assis participou de diversas exposições e ministrou cursos livres de escultura e dirigidos para empresas.

Como administrador, atuou em áreas de logística, financeira, gestão de produtos, especializando-se em gestão de projetos com base na metodologia PDCA/SDCA em empresas de grande porte como: Votorantim Celulose e Papel e Grupo Camargo Correa.

Atualmente, administra a Cia Arte Cultura, empresa que atua no mercado de arte há 11 anos prestando serviços de curadoria e assessoria para artistas plásticos.

É colunista do Jornal Sem Fronteiras (RJ), presidente do SINAP-ESP – Sindicato Nacional dos Artistas Plásticos – AIAP InternationalAssociation of Arte/UNESCO e Membro Honorário da ABD – Associação Brasileira de Desenho e Artes Visuais (RJ) – Perito Técnico do Ministério da Cultura - Membro da ALALS - Académie de Lettrés et Arts Luso-Suisse

 

PROGRAMAÇÃO /

30/08

31/08

10:00-12:00

OSCAR D´AMBROSIO

Salões: O Significado do Aleatório - Como Participar de Salões de Arte

10:00-11:00 

ABERTURA III CONGRESSO NACIONAL

DE ARTES VISUAIS - CONAV COM O COORDENADOR DE GABINETE DA SECRETARIA DE CULTURA E ECONOMIA CRIATIVA PROFESSOR ANTONIO LESSA

12:00-13:30 

INTERVALO PARA ALMOÇO

11:00-13:00 

ALEXANDRE PALMA 

Arte Contemporânea e Ética

Objetivo: refletir sobre dilemas éticos na arte contemporânea a partir de diálogos artísticos construídos por Banksy, Mike Bidlo, Robert Longo e Vik Muniz

13:30-16:30 

13:00-14:00 

INTERVALO PARA ALMOÇO

14:00-15:00 

BAIXO RIBEIRO

PACO DE ASSIS 

Empreendedorismo na Arte

Para sair do atelier e aparecer no mercado, existem tarefas nada fáceis, estranhas ao âmbito do atelier, porém necessárias para o artista que entende sua carreira como um empreendimento.

15:00-16:30 

NORBERTO STORI

Arte Brasileira: Antecedentes, Brasil Colônia, Brasil Império e Brasil República

 
 

APOIO /

cropped-logo-unibes-cultural.png
apoio cultural jornal sem fronteiras.jpg
logo tsuru ago16.jpg
apoio cultural chave do  luxo.jpg
 

LOCAL /

UNIBES CULTURAL

A Unibes Cultural consolida seu papel de hub da cultura, do empreendedorismo criativo e das causas sociais na cidade de São Paulo, ao convergir, conectar e distribuir cultura e diferentes conhecimentos. Assim, a instituição assume a vocação não só de formadora de público, mas também de agente transformador do cenário cultural. A estratégia não é criar uma nova agenda para São Paulo, mas potencializar o que já é feito por meio de espaço, encontros, debates e reflexões para todos que querem ajudar a preparar a cidade para o futuro.

A Unibes Cultural iniciou as atividades em agosto de 2015, como resultado de estudos realizados nos anos anteriores pela Unibes a fim de definir uma nova proposta para a cidade de São Paulo: pensar a cultura como vetor de desenvolvimento social, assim como a educação, a saúde, a geração de renda e as outras atividades exercidas pela instituição há mais de cem anos.

Veja no mapa abaixo como chegar

A  Unibes Cultural fica na r. Oscar Freire, 2500 - Sumaré - SP

Ao lado da estação Sumaré do Metrô, na Linha 2-Verde
Telefone: (11) 3065-4333

Unibes Cultural

DICA: Há várias opções boas e baratas para hospedagem na região. Consulte sites de busca de hotéis e aplicativos. O Airbnb (serviço de hospedagens exclusivas) é uma ótima opção.

 

© 2018 por CONAV   Para Perguntas /  Envie um e-mail assessoria@ciaartecultura.com.br

  • Grey Facebook Icon